O que significa ser cristão?

Ainda não li o livro A Cabana, mas  acerca dele ouvi elogios e críticas. Pude conferir trechos do livro, e o que me chamou atenção foi o momento em que o personagem Jesus declara que os que o amam estão em todos os sistemas e Ele não tem o desejo de torná-los cristãos, mas quer se juntar a eles em “um processo para se transformarem em filhos e filhas do Papai”.

Dependendo do significado da palavra cristão, talvez Jesus realmente não queira que as pessoas se tornem cristãs. O termo que surgiu no primeiro século, na cidade de Antioquia, fazendo referência aos discípulos de Jesus, hoje  é usado para designar uma enorme variedade de comportamentos e crenças,  que não apenas são diferentes entre si, como são antagônicas, diametralmente opostas, irreconciliáveis. O termo cristão é aplicado à Igreja Católica Romana, com sua moral sexual conservadora, exigindo o celibato de seus sacerdotes e proibindo o uso de métodos contraceptivos por parte dos fiéis, mas também é aplicado à Igreja Episcopal dos EUA, que em 2004 ordenou Gene Robinson ao episcopado, fazendo dele seu primeiro bispo homossexual. Sob a designinação de cristãos são incluídos tanto a Ku Klux Klan como Martin Luther King. Tanto as Cruzadas e a Inquisição, no passado, como os movimentos ecumênicos, no presente. Quem faz votos de probreza e quem prega a teologia da prosperidade. George Bush e Barack Obama, etc..

Afinal, o que significa ser cristão?

O termo surgiu para designar os seguidores de Jesus, seus discípulos. E disso não tenho dúvida alguma: Jesus quer que pessoas de todas as nações se tornem seus discípulos (Mt. 28:18-20). E, diferentemente do uso que tem sido feito do termo cristão na atualidade, Jesus definiu com muita clareza, precisão e exatidão quem são os seus discípulos.

O discípulo é quem dedica sua vida a  cumprir todas as coisas que Jesus ordenou (Mt. 28:20). Suas palavras devem ser recebidas como algo muito maior do que um conselho, uma orientação ou uma sugestão. Elas são mandamentos, e a expressão de amor que Jesus espera de nós é a obediência (Jo. 14:21).

O discípulo é aquele que decidiu aborrecer a todos, e a própria vida, por amor a Jesus (Lc. 14:26). Isso significa que minhas escolhas cotidianas são determinadas pelo decisão que tomei de agradar a Jesus em tudo, mesmo que isso venha a aborrecer a pessoas que eu amo ou a mim mesmo.

Ser discípulo é viver de forma abnegada, tomando a cada dia a cruz (Lc. 9:23), a qual não pode ser encarada como uma adversidade pela qual passamos involuntariamente. A cruz, antes de tudo, é uma escolha deliberada, consciente e voluntária. A cruz foi uma escolha na vida de Jesus, pois ninguém poderia tirar sua vida, mas ele espontaneamente a deu (Jo. 10:17,18). A cruz era a vontade do Pai para Jesus. Portanto, tomar a cruz é abraçar a vontade de Deus, mesmo quando isso nos faz passar por desgaste, sofrimento, dor e morte.

Ser discípulo é renunciar a tudo o que tem (Lc. 14:33). É viver com total despreendimento das coisas da terra, uma vez que somos peregrinos e nosso tesouro está nos céus. Se temos alguma coisa aqui, temos que viver de forma que demonstre que o nosso tesouro não está nessas coisas, mas em Cristo.

Ser discípulo é permanecer na palavra de Jesus (João 8:31). É ser alimentado por essa Palavra, ser limpo por ela, e viver praticando (Mt. 7:24-27).

Portanto, o autor de A Cabana se equivoca quanto à vontade de Jesus. Mesmo que o termo cristão esteja sendo usado indiscriminadamente, Jesus continua querendo cristãos, discípulos. Contudo, quem carrega o nome de cristão sem atender ao que Jesus espera de seus seguidores, não é digno de levar esse nome (Mt. 10:37-38), e poderá ouvir do próprio Senhor: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade”. Para esses, tenho uma palavra: Ainda há tempo para arrependimento.

Anderson Paz


9 Responses to “O que significa ser cristão?”

  • Sandro Lourenço. Says:

    Excelente!!!

    Agrego a isso o fato de que em 1 Pedro 4:16 está escrito: “…mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome. ”

    Vemos, portanto, que este nome, CRISTÃO, é um nome dado para que nós venhamos a glorificar a Deus, o Papai!!

  • Ideraldo Assis Says:

    Me alegrei em ver esse texto..
    Muita coerência com o que o livro que discreve a igreja primitiva(Atos dos apóstolos) diz.
    Que sejamos cristãos sim… de acordo com a essência dessa palavra.

  • Pr. Saulo Moscoso Says:

    Graça e Paz querido!

    Eu tive a oportunidade de ler o livor “A Cabana”. Achei um livro muito bom, pois nos leva a refletir a respeito de nosso relacionamento com o Deus, com Jesus e com a pessoa do Espírito Santo. O livro tambem destaca ações de fé e de grande transformação a partir de um tempo a sós com Deus. Mas estou de acordo com o rico texto escrito por Anderson Paz. E quero contribuir aqui dizendo que o livro “A Cabana” é realmente um otimo livor, mas deve se ter grande atenção ao ler esse livro, pois realmente em muitos capitulos percebemos que não há fidelidade com a biblia, então é preciso uma certa maturidade para absorver o que há de bom, mas descartar o que foje á exatidão biblica.
    Realmente é o desejo inegável de Jesus que sejamos Cristãos na expressão mais completa da palavra. Cristão é aquele que segue a Jesus biblicamente, seguindo principios e se submentendo á vontade de Deus. Parabéns ao Anderson Paz, esse é um excelente texto para nossa reflexão e aprendizado a respeito de seguir á Jesus como Cristãos. Shalom !

  • Verônica Says:

    Fui mto edificada com esse texto.
    Que Deus continue te abençoando

  • O Príncipe da Paz traz a espada? « Anderson Paz Says:

    [...] e na terra, ordenou aos seus discípulos que fizessem outros discípulos, dentre todas as nações. Discípulos são pessoas que se dedicam a obedecer tudo o que Jesus ordenou, que renunciaram a tudo por amor a [...]

  • terezinha gauna Says:

    Sobre ser cristão é simples porem dificil , poi se tem de viver como a garça sempre de vestes brancas em meio ao lamaçal e não sujar suas vestes. Assim deve ser o cristão limpo de mãos e coração sem maldade e em suas palavras não deve haver duvidas ou mentiras . E dizer sempre sim, sim ou se não , não. Isto é ser cristão.

  • Honestino Says:

    boa tarde,
    com certeza o ser Cristão, vai além da palavra e de se pronúnciar como tal. Um amigo certa vez me questionou sobre o País adotar na sua maioria o Cristianismo, e viver nesta corrupção, citanto Brasilia. alegando ter visto uma reportagem dos de uma cidade muçulmana onde não havia pobreza, miséria onde havia realmente uma boa distribuição de renda entre todos.

    Muitos se perdem por filosofias e sutilezas que o inimigo usa para distrair e retirar as pessoas do foco que é único. Jesus Cristo.

    A resposta para estes tipos de questionamentos é simples, não adianta eu dizer que sou Cristão e não servir a Cristo, nem viver realmente o Evangelho, renunciando ao EU. Não querem ouvir, nem entender, mas as Escrituras não são para nos trazer conhecimentos mas sim para mudar nossas vidas.

    “Muitos serão chamados mas poucos escolhidos.” Mateus 20-16

    • andersonpaz Says:

      Honestino,

      Muito obrigado por seu comentário. Sua participação é de imenso valor para este blog.

      Gostei muito da sua frase: “Não querem ouvir, nem entender, mas as Escrituras não são para nos trazer conhecimentos mas sim para mudar nossas vidas”. De fato, isso é uma grande verdade.

      Há um tempo escrevi um post sobre isso, cujo título é “Como ler a Bíblia” – http://pensandoavida.com/blog/2010/09/01/como_ler_a_biblia/

      Um grande abraço pra vc.
      Fique na paz!

  • Weslley Says:

    Tremenda essa palavra!!! Me edficou bastante.
    Glorias a Deus pela sua vida, e pela vida dos meus irmão em Cristo.

Deixe seu comentário aqui

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes